Newsletter
Artigos

Boa sorte ao novo prefeito!

Nos dias que antecederam a passagem da cadeira de prefeito para meu sobrinho Bruno Covas, diversos veículos de imprensa me procuraram para saber mais a respeito de nossa relação e das minhas expectativas para seu mandato.

Convivo com o Bruno desde seu nascimento, e posso afirmar que desde cedo demonstrou interesse pela vida pública, possui ótimas formações acadêmica e política e sempre se preparou da melhor maneira para assumir um papel tão importante.

Em sua trajetória, foi deputado estadual duas vezes, secretário estadual do Meio Ambiente, deputado federal, elegeu-se vice-prefeito, ocupou o cargo de secretário das Prefeituras Regionais e posteriormente a Casa Civil da prefeitura. Seu maior espelho, como já afirmou várias vezes é seu avô (e meu pai) Mario Covas, o que sublinha em sua personalidade conceitos dos quais compartilho, como responsabilidade, diálogo aberto e apreço pela democracia.

Sua decisão de retomar as obras paralisadas dos centros educacionais unificados, os CEUS, por exemplo, é um bom exemplo disso. Remete-me à decisão de meu pai, quando eleito governador, em 1995, de finalizar 14 hospitais inacabados por gestões anteriores – verdadeiros esqueletos espalhados pela Grande São Paulo.

Vejo tal decisão com muito bons olhos, pois governantes devem zelar pelo dinheiro público e não há desperdício maior de verba do que uma obra inacabada. Para a população, não importa quem teve a ideia de construir um equipamento público, tampouco quem o executou, mas o resultado e benefícios alcançados com ele.

Acho importante destacar que ainda que estejamos em situações diferentes politicamente – como nas próximas eleições, nas quais apoiaremos candidatos diferentes, torço muito pelo sucesso do Bruno. A julgar por sua primeira reunião com os vereadores da Câmara Municipal nesta semana, prevejo uma nova e próspera fase entre os poderes Executivo e Legislativo na cidade de São Paulo.

 

Mario Covas Neto

Vereador de São Paulo