Newsletter
Notícias

Sicoob divulga relatório anual no Valor Econômico

16/06/2017

O maior Sistema de Cooperativas Financeiras do Brasil, Sicoob, divulgou os grandes números do relatório anual de 2016 por meio de anúncio em página dupla veiculado no jornal Valor Econômico no último dia 13 de junho, mesma data em que as demonstrações contábeis completas, auditadas pela PricewaterhouseCoopers, e o relatório de administração foram publicadas no Diário Oficial da União. A publicação mostra a responsabilidade do Sicoob com a transparência de seus resultados.

O Sicoob é a 7ª maior instituição financeira do País do Sistema Financeiro Nacional em patrimônio líquido e finalizou o ano de 2016 com R$ 16,4 bilhões em balanço patrimonial, um incremento de 18,2% ante R$ 13,8 bilhões registrados em 2015. Mas, para o Sistema, o número mais importante são os 3,7 milhões de cooperados compartilhando os resultados. Por utilizarem os produtos e serviços do Sistema, os cooperados economizaram mais de R$ 9 bilhões em taxas e tarifas na comparação com os clientes do sistema Bancário.

Em 2016 o Sicoob foi eleito o Banco do Ano pelo relatório bancário.  O Sistema registrou no ano um aumento de 7,2% no resultado financeiro, a marca contabilizou R$ 2,55 bilhões contra R$ 2,38 bilhões em 2015, já os ativos totais somaram R$ 76,3 bilhões, um crescimento de 32,5% em relação ao ano anterior.

No período, as operações de crédito apresentaram variação positiva de 15,4%, passando de R$ 33,3 bilhões para R$ 38,4 bilhões. Os financiamentos rurais e agroindustriais totalizaram R$ 11,5 bilhões, resultado 17,8% superior a 2015. A taxa média de juros praticada pelas cooperativas do Sicoob no crédito pessoal foi de 2,27% ao mês (30,91% ao ano), enquanto no mercado a média foi de 3,65% ao mês (53,75% ano ano).

Em depósitos totais, o Sicoob registrou acréscimo de 32,5%, alcançando R$ 47,8 bilhões versus R$ 36,1 bilhões referente ao ano anterior. Nos depósitos à vista a expansão foi de 25,8% e nos depósitos a prazo foi registrado crescimento de 37,2%. Já nos depósitos de poupança a evolução foi de 15,3%.

Ainda como parte desse período, o Sicoob remunerou em R$ 797 milhões o capital social dos cooperados. O Capital Social é parte do patrimônio de uma cooperativa financeira e é composto pelo somatório de todas as quotas-partes dos cooperados.

Destaques Econômicos e Operacionais no 1T17

Os resultados do primeiro trimestre também foram divulgados na edição.  No primeiro trimestre de 2017, o Sistema apresentou resultado de R$671 milhões. O avanço foi de 15,4% em relação ao mesmo período em 2016, quando o saldo foi de R$581 milhões.

•             Alta de 27,4% em ativos totais, ultrapassando a casa dos R$80 bilhões.

•             Operações de crédito somaram R$38,7 bilhões, alta de 10,6%.

•             O patrimônio líquido obteve alta de 15,5%, um crescimento de R$16,6 bilhões ante os R$14,4 bilhões alcançados no ano passado.

•             Aumento de 29,2% em depósitos totais, atingindo R$51,5 bilhões.

•             Depósitos à vista houve crescimento de 26,3%, com R$8,5 bilhões registrados.

•             Depósitos a prazo somaram R$35 bilhões, alta de 28, 9%.

•             Depósitos na poupança registraram R$3,2 bilhões, alta de 15,8%.

Approach - Assessoria Sicoob