Newsletter
Notícias

Aplicação do crédito rural da atual safra alcança R$ 117,6 bilhões

15/05/2018

Faltando dois meses para finalizar a execução do Plano Agropecuário 2017/2018, médios e grandes produtores rurais contrataram R$ 117,6 bilhões de instituições financeiras, de julho de 2017 a abril deste ano, aumento de 13,2% em relação a igual período do ciclo anterior. O montante representa 62,4% do total anunciado pelo governo federal para financiar a agricultura brasileira.

Os dados constam do Relatório de Financiamento Agropecuário referente aos dez meses de liberação de recursos da atual safra, divulgado no dia 11 de maio pela Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Segunda a pasta, as instituições financeiras liberaram R$ 93,4 bilhões para operações de custeio (compra de insumos, como fertilizantes, sementes e defensivos agrícolas), comercialização e industrialização, e R$ 24,2 bilhões para investimentos.

O secretário de Política Agrícola, Wilson Vaz de Araújo, destacou o aumento dos financiamentos para investimentos agropecuários, “notadamente, os destinados à ampliação da capacidade de armazenagem, à inovação tecnológica, à agricultura de baixa emissão de carbono e à modernização da Agricultura e Conservação dos Recursos Naturais (Programa ABC)”.

Os empréstimos para o Programa de Inovação Tecnológica na Propriedade Rural (Inovagro) atingiram R$ 830 milhões, com aumento de 132,3%. As aplicações no Programa para Construção e Ampliação de Armazéns aumentaram 91%, somando R$ 579 milhões. Já o Programa para Redução da Emissão de Gases de Efeito Estufa na Agricultura (Programa ABC) teve incremento de 50,5%, saltando de R$ 827 milhões para R$ 1,2 bilhão.

Os desembolsos no período totalizaram R$ 81,5 bilhões para a atividade agrícola e R$ 36 bilhões para a pecuária.

Agência Brasil