Newsletter
Notícias

Cooperativa de costureiras firma parceria com prefeitura de São José do Rio Preto (SP)

10/09/2019

Cooperativismo como ferramenta de transformação e geração de trabalho e renda é o que envolve a Prefeitura de São José do Rio Preto, por meio da Secretaria do Trabalho e do Emprego e a Cooperativa de Trabalho na Produção de Vestuário de São José do Rio Preto (Coopeve).

Na última sexta-feira, 6 de setembro, foi firmado uma parceria entre a prefeitura e a Coopeve. A cooperativa foi contemplada em chamamento público, cujo objetivo é capacitar cooperados do setor têxtil da cidade.

A cerimônia foi firmada com a presença do prefeito Edinho Araújo, além de contar com secretários e gestores municipais.

A cooperativa é formada por 49 mulheres – egressas de cursos de costura promovidos pela Prefeitura e conforme o Termo de Fomento, a cooperativa receberá R$ 60 mil em recursos públicos, que serão repassados em 12 meses.

“O valor mensal de R$ 5 mil será destinado à manutenção administrativa da cooperativa, custeando serviços de contabilidade, energia, entre outros. É um investimento para que, após 12 meses, ela tenha autonomia para caminhar por conta própria”, comentou o secretário do Trabalho e do Emprego, Edemilson Favaron.

Além do valor que a Coopeve receberá, o poder público dois prédios municipais: um no Parque da Cidadania, cedido pela Empresa Municipal de Construções Populares (Emcop), e outro no Residencial Lealdade e Amizade, cedido pela Secretaria de Assistência Social. Os dois prédios passaram por adequações elétricas e pintura realizadas por alunos de cursos profissionalizantes promovidos pela Secretaria do Trabalho e do Emprego.

A Coopeve receberá 45 máquinas de costura de diversos tipos para execução de diversos tipos de trabalhos.

“Muitas das cooperadas, nós, mulheres periféricas, estavam fora do mercado de trabalho a anos e duvidávamos da possibilidade de realizar esse sonho. Graças ao apoio de muitas pessoas, estamos em plenas condições de atender ao mercado. É um caminho de realização e empoderamento”, contou a presidente da cooperativa, Maria Cecília Nunes.

A expectativa é que o trabalho da cooperativa gere renda média de R$ 1400/mês a cada uma das cooperadas. A Coopeve produzirá sua produção para confecção de uniformes e tem capacidade de atender diversas, como de terceirização e da própria Prefeitura.

Redação EasyCOOP com informações da Prefeitura de São José do Rio Preto