Newsletter
Notícias

Mulheres e Juventudes para o fortalecimento do cooperativismo e da economia solidária no Brasil

07/10/2019

Unidade na diversidade. Desde que foi fundada, em 2014, a Unicopas (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias) tem somado esforços e realizado trabalhos conjuntos entre as quatro centrais afiliadas – Unicafes Nacional, Unisol Brasil, Concrab e Unicatadores – em busca de um Brasil mais cooperativo e solidário. Para isso, duas forças dentro do cooperativismo e da economia solidária têm sido articuladas de maneira especial na organização: as mulheres e as juventudes.

Uma das prioridades da Unicopas é promover o protagonismo de mulheres e jovens, principalmente em espaços de incidência política e de controle social das políticas públicas. Por isso, desde o início deste ano, vem mobilizando a construção de grupos de trabalho a partir desses dois recortes. Foi em maio de 2019, durante o Seminário Nacional do Cooperativismo e da Economia Solidária, que a Unicopas firmou o compromisso de fortalecer as mulheres e as juventudes dentro da organização porque acredita que assim também fortalecerá o cooperativismo com viés econômico solidário no Brasil.

Composto por oito integrantes cada, dois representantes de cada central, os grupos de trabalho de juventudes e mulheres estiveram reunidos em Brasília nesta semana para construírem um plano de ação conjunto. Apesar de serem grupos distintos, os desafios, muitas vezes, são comuns. A falta de formação e capacitação, bem como a falta de oportunidades para ingressarem, de fato, nos espaços políticos e de gestão das cooperativas ou associações foram alguns dos temas abordados durante os encontros. É o jovem que trabalha junto da família, mas não tem renda própria, é a mulher responsável pela produção da propriedade, mas não tem voz nos espaços de decisão. É a falta de oportunidades no mercado de trabalho para as juventudes, é a falta de respeito para com as mulheres dentro de casa.

Para estender a oportunidade de debate e construção de processos de mudança para outras mulheres e jovens é que, durante as reuniões de trabalho, foi definida a realização de cinco encontros regionais, um em cada região do país: Norte, Nordeste, Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Todos eles culminarão na realização de um encontro nacional de mulheres e outro encontro nacional das juventudes da Unicopas. A previsão é que os encontros regionais comecem a acontecer ainda este ano e sejam realizados durante o primeiro semestre do ano que vem. Já os encontros nacionais estão previstos para acontecerem em 2020.

Além de construírem uma agenda de ações conjuntas, o grupo de trabalho das mulheres teve a oportunidade de realizar ações de incidência na Câmara dos Deputados. Na tarde de quarta-feira (03), o grupo visitou gabinetes e fez conversas paralelas com diferentes parlamentares, como as deputadas Maria do Rosário, Benedita da Silva e com as assessorias de Talíria Petrone e Marcivânia Flexa. O objetivo? Levar a pauta das mulheres do cooperativismo e da economia solidária para dentro do Congresso Nacional.

As reuniões dos grupos de trabalho de mulheres e juventudes fizeram parte das atividades desenvolvidas pelo projeto ‘Fortalecimento da Rede Unicopas’, financiado pela União Europeia.

Unicopas