Newsletter
Notícias

Mato Grosso: Agricultores familiares investem em energia solar para baixar o custo da produção

08/10/2019

Os produtores rurais Edemir Elly e sua esposa, Marlenita Terezinha Zottis Elly, proprietários de uma área de 10 mil metros quadrados na Comunidade Nossa Senhora de Fátima, município de Sinop (500 km ao Norte de Cuiabá), implantaram este ano um sistema gerador fotovoltaico para baixar o custo com a energia elétrica. A médica veterinária da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), Natasha Caminha, fala que este é o terceiro projeto de energia solar implantado no município com o apoio da Empaer.

Conforme Natasha, o valor total do financiamento foi de R$33 mil, entre equipamentos e mão-de-obra, com prazo de cinco anos para o pagamento. Os produtores adquiriram um sistema gerador fotovoltaico com potência de 6,7 kWp, composto por 20 painéis solares e que vai suprir o consumo médio mensal de 804 kWh. A projeção para redução do gasto familiar com energia elétrica é significativa. A conta que era de R$442,20 será de apenas R$16,50 por mês com o sistema de energia solar. O casal agora aguarda apenas a instalação do relógio medidor pela concessionária de energia elétrica.

Desde 2010 trabalham com frangos de corte, bovinocultura de leite, olericultura e mandiocultura. A propriedade do casal Elly conta com uma sala de 21 metros quadrados para o abate das aves, sendo que por ano são processados 500 frangos. O casal comercializa também o leite in natura, queijos, mandioca descascada, em torno de 300 quilos por mês, e ovos no mercado local e em feiras na cidade. Neste ano de 2019, os produtores buscaram o apoio da Empaer para a aquisição de um sistema gerador fotovoltaico. O projeto foi aprovado por meio da linha de crédito para energia solar própria do Sistema de Crédito Cooperativo - Sicredi.

A veterinária da Empaer explica que este já é o terceiro projeto de energia solar elaborado pelo escritório da Empaer e aprovado pelo Sicredi.  Outro casal de produtores contemplados foram Nelson Maziero e Cecília Mattiello Maziero, no ano de 2018. Eles são proprietários da Chácara Santa Catarina, na Comunidade Branca de Neve, e financiaram R$35 mil com prazo de 10 anos para pagamento por meio da linha de crédito Pronaf Mais Alimentos. Desde 2006, o casal Maziero comercializa a produção de mandioca atendendo à merenda escolar e o comércio local.

Na propriedade da família Maziero, o grande destaque é a produção de uvas que são vendidas in natura e processadas artesanalmente como doce, vinho e vinagre. Para atender a demanda da Chácara Santa Catarina, o sistema gerador fotovoltaico adquirido tem potência de 5,76 kWp, é composto por 18 painéis solares e vai suprir o consumo médio mensal de 362 kWh, inclusive gerando um excedente para a rede pública de 376 kWh.

Os agricultores familiares Pedro Valcir da Roza e a esposa, Solange Maria Liell da Roza, também instalaram a energia solar, tecnologia que além de trazer economia, é bastante sustentável. Financiaram recursos na ordem de R$ 35.579,70 e adquiriram um sistema gerador fotovoltaico com potência de 9,38 kWp, que supre o consumo médio mensal da família de 1.125,6 kWh. A projeção de redução do gasto familiar com energia elétrica de R$652,85 para R$17,40. Os produtores trabalham com pecuária leiteira e são proprietários do Sítio Casa do Senhor, no Assentamento Wesley Manoel dos Santos.

Os produtores interessados no sistema gerador fotovoltaico podem procurar os extensionistas rurais Breno de Moura Gimenez, Eduardo Nakagawa, Thiago Tombini e extensionista social Daisy Ferraz.

 

Governo do Mato Grosso