Newsletter
Notícias

Unicafes apoiará implementação de cooperativas para transportadores de carga

13/01/2020

Foi lançado na manhã desta quinta-feira (19.dez), pelo governo federal, por meio dos ministérios da Cidadania e da Infraestrutura, o programa "Roda Bem Caminhoneiro". Com o objetivo de fomentar a criação de cooperativas de transporte rodoviário de cargas formada por caminhoneiros autônomos, o programa será executado pela União Nacional das Cooperativas de Agricultura Familiar e Economia Solidária (Unicafes Nacional).

Com mais de duas décadas de experiência na promoção do cooperativismo e da economia solidária no Brasil e com mais de 700 cooperativas associadas nas cinco regiões do país, o executivo contará com a expertise da organização para a implementação do programa. A estimativa é atender 100 mil caminhoneiros de 100 cooperativas, entre novas e já existentes.

"Nós sabemos que o cooperativismo com viés econômico solidário é uma das ferramentas mais transformadoras desse país. Ele é capaz de gerar trabalho, renda e pode organizar categorias de trabalhadores e trabalhadoras que, não fosse as cooperativas, não teriam outra condição de trabalho digno. Com este programa, vamos poder levar essa estratégia para um setor que é essencial para o Brasil, o transporte rodoviário de cargas, mas que, muitas vezes, é excluído e recebe pouco incentivo", destacou Vanderley Ziger, presidente da Unicafes Nacional.

Para o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes, o setor tende a ganhar porque, por meio do cooperativismo, terá poder de negociação. "A categoria será beneficiada pelo cooperativismo. É uma iniciativa muito bem-vinda para o crescimento do Brasil", salientou. Já o ministro da Cidadania, Osmar Terra, acredita que o modelo cooperativista é uma das estratégias para a geração de trabalho e renda no Brasil, especialmente às populações mais empobrecidas. "As cooperativas irão melhorar as condições de trabalho e garantir uma melhor renda para os caminhoneiros autônomos. Há um desequilíbrio entre o transportador autônomo e quem transporta em grande escala". Diumar Bueno, presidente da Confederação Nacional dos Transportadores Autônomos (CNTA), disse que a categoria "não quer assistencialismo, mas condições para continuarem trabalhando".

O investimento do governo federal no programa será de R$ 18 milhões e vai propiciar às cooperativas assessoramento técnico, apoio em infraestrutura, abastecimento próprio e escritório contêiner. Além disso, um software de gestão e um sistema de pregão eletrônico para compra coletiva serão desenvolvidos.

Fábio Luis Roque, assessor da Secretaria Nacional de Inclusão Social Produtiva Urbana do Ministério da Cidadania, explicou que, a partir de um aplicativo de celular, os motoristas cooperados terão, por exemplo, acesso a uma central de compras digital que proporcionará a redução de preços dos insumos necessários para o transporte rodoviário de cargas, como óleo diesel, lubrificantes, pneus e peças.

Segundo ele, o programa inclui a instalação de 100 kits básicos de infraestrutura para as cooperativas, composto por um tanque de combustível de 15 mil litros de óleo diesel com bomba e demais acessórios, um contêiner equipado com depósito, escritório e lavabo, um notebook, um telefone celular e um ar-condicionado.

"Essas estruturas irão funcionar como base inicial de postos de abastecimento para os caminhoneiros cooperados. No Brasil, mais de 65% das cargas são transportadas por caminhoneiros divididos em três categorias: autônomos, cooperados e empresariais. Destas, a dos autônomos é a que possui a frota mais velha, com uma média de 17,2 anos. Isso é reflexo da dificuldade financeira da categoria que representa quase a metade desses trabalhadores", ressaltou. Dos 1.940.350 profissionais estimados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), 703.945 são autônomos.

Além disso, o programa também fortalecerá a negociação de frete diretamente com os embarcadores, como indústrias e cooperativas de produtores, também em ambiente digital. No aplicativo também serão disponibilizados cursos online como temas como direção defensiva, prevenção ao uso de drogas, dicas de saúde, cooperativismo, gestão e sistemas cooperativos.

Unicafes - Assessoria de Comunicação