Newsletter
Notícias

Janeiro Branco: Colaboradores da Casa Unimed Gov. Valadares são alertados para os cuidados com a saúde mental

14/01/2021

"Todo Cuidado Conta", não é mesmo? Não é só para os cuidados com a saúde física que a Unimed Gov. Valadares conscientiza a sociedade. Cuidar da saúde mental também é qualidade de vida para a Cooperativa. Participando da campanha "Janeiro Branco", a Casa Unimed realizou ontem (13), a "Blitz Saúde Mental".

O evento alertou os colaboradores para os cuidados com a saúde mental. Beneficiários que aguardavam atendimento foram convidados a participarem dos serviços oferecidos. Cerca de 60 pessoas compareceram, com acesso a aferição de pressão arterial; auriculoterapia; massagem; aplicação de escala de estresse; orientação profissional e música ao vivo.

O Janeiro Branco na Casa Unimed teve atendimento de Enfermeiros e Psicólogos. A equipe de Psiquiatria acompanhou as ações. Quem aproveitou a programação foi a Fonoaudióloga, Daniele Nunes. "Neste tempo em que vivemos passamos por ansiedade e incertezas. Esse evento, com profissionais nos ouvindo, ajuda a seguir em frente. Se a cabeça não estiver boa, o corpo adoece", disse.

A Psicóloga Emyliane Lima, escutou os colaboradores, onde os inteirou sobre os hábitos para evitar que adoeçam. "O Janeiro Branco mostra a importância da conscientização e de pequenas atitudes que realizamos, que promovem o adoecimento. A Campanha é um alerta para que tenhamos lazer e cuidados com o corpo. Verificar também os sintomas de ansiedade, principalmente na pandemia. Que o ano se inicie com hábitos saudáveis e olhando a saúde mental. Quem cuida da mente, cuida da vida".

Apoiaram as atividades a Clínica de Fisioterapia, Programa Saúde no Trabalho (PST), Comissão Interna de Prevenção de Acidentes (CIPA), Serviço Especializado em Engenharia de Segurança e em Medicina do Trabalho (SESMT), Atendimento Especializado, Manutenção e Gestão da Comunicação e Marketing.

ANS 

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) chama a atenção para os cuidados com a saúde mental. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS) relatam que o Brasil é o segundo país das Américas com maior número de pessoas depressivas (5,8%), atrás dos Estados Unidos (5,9%). O Brasil tem a maior prevalência de ansiedade no mundo (9,3%).

 

Unimed Gov. Valadares