Newsletter
Notícias

Coops constroem PCH com capacidade de gerar energia para 30 mil famílias

23/02/2021

A intercooperação que gera energia para atender 30 mil famílias. Esse é o projeto da PCH Forquilha IV Luciano Barancelli, recentemente liberada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) para operação comercial. O empreendimento localizado no rio Forquilha entre os municípios de Maximiliano de Almeida e Machadinho conta com a participação das cooperativas Creral (Erechim/RS), Coprel (Ibirubá/RS) e Ceriluz (Ijuí/RS), além da empresa Erechim Energia.

Com um investimento de R$ 78 milhões, a construção da usina possibilitou a geração de 250 empregos diretos e indiretos. A pequena central hidrelétrica tem a capacidade de gerar energia para abastecer uma cidade de 120 mil habitantes, com potência instalada de 13 megawatts (MW).

“A construção da PCH foi concluída em pouco mais de 24 meses, o que destacou o empenho de todos os envolvidos e também na importância que a usina tem, uma vez que é uma obra que trará benefícios a todos”, explica o presidente da Creral, João Alderi do Prado. O dirigente destaca que este não foi o único investimento realizado na cidade. “Também foi construída, no município de Maximiliano de Almeida, a subestação seccionadora, que agora será doada à RGE possibilitando uma melhoria no fornecimento de energia elétrica ao município e à região”.

O objetivo da subestação seccionadora é fazer a integração da PCH Forquilha IV Luciano Barancelli ao Sistema Interligado Nacional, que congrega o sistema de produção e transmissão de energia elétrica no Brasil.

A PCH Forquilha IV foi uma das vencedoras do leilão A-6, realizado em 2017, com a previsão de entrega para 2023. Prado afirma que com esta liberação para operação comercial os empreendedores tem um período de dois anos de geração antes do início da entrega, o que possibilita a venda dessa energia no mercado livre.

Usina em números

  • Investimento R$ 78 milhões
  • Barramento – 282 metros de comprimento e 6 metros de altura;
  • Lago – 41 hectares;
  • Canal de adução – 539 metros de extensão;
  • Potência instalada -13 MW;
  • Três turbinas Kaplan – 4.351 kW cada;
  • Três geradores – 4.850 kVA;
  • Uma subestação elevadora de tensão para 69 kV;
  • Linha de transmissão – 8,7 quilômetros;        
  • 250 empregos diretos e indiretos durante a construção.

Subestação seccionadora

  • Investimento R$ 7 milhões;
  • Área 4.255 m² – com capacidade para ampliação.

Assessoria de Comunicação da Creral