Conselho Mundial debate cooperativismo de crédito

08/04/2014

O Conselho Mundial de Cooperativas de Crédito (Woccu, na sigla em inglês) esteve reunido em Bruxelas, até a última sexta-feira (4/04), para definir os novos rumos do setor no mundo.  O presidente do Sicredi, Manfred Alfonso Dasenbrock, e diretor da Woccu da América do Sul, disse que as discussões são importantes para conhecer o trabalho das cooperativas, em especial, na Europa.


Para Manfred, que atualmente preside o Fundo Garantidor do Cooperativismo de Crédito (FGcoop), “é uma oportunidade para ampliar o conhecimento sobre os bancos cooperativos que existem no mundo, e dentro de uma realidade nacional, propor  ações de fomento ao cooperativismo”. 


Também foi tratado durante o encontro o acordo Basileia III que faz parte de um conjunto de iniciativas, promovidas pelo Fórum de Estabilidade Financeira (em inglês, Financial Stability Board - FSB) e pelo G20, para reforçar o sistema financeiro após a crise dos subprimes. Os problemas em países como a Ucrânia, Crimeia, Macedônia e Irlanda também estiveram em pauta. 


O Woccu incentiva o aprendizado colaborativo realizado entre as cooperativas de crédito de todo o mundo, ações de intercambio de informações que podem ajudar a eliminar o retrabalho e em conjunto as cooperativas conquistam maior espaço e acesso aos políticos que determinam as regras.
Brasil Cooperativo
comments powered by Disqus