Newsletter
Artigos

Setembro Amarelo: Se precisar, peça ajuda

Uma importante campanha no mês de setembro, busca difundir questões relacionadas à saúde e os transtornos mentais, com o objetivo de prevenir casos de suicídio. Segundo dados do Conselho Federal de Medicina (CFM) e da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), o Brasil é um dos países com maiores taxas de diagnósticos de transtornos de ansiedade e depressão, com aproximadamente 14 mil casos por ano e uma média de 38 suicídios por dia.

A campanha Setembro Amarelo foi inspirada na história de Mike Emme, que cometeu suicídio aos 17 anos, no mês de setembro de 1994, na cidade de Westminster, nos Estados Unidos. O jovem Mike Emme tinha um automóvel Mustang amarelo e os familiares e amigos, no dia do funeral, distribuíram cartões com fitas amarelas e frases motivacionais para alertar as pessoas para os problemas emocionais e os transtornos relacionados às doenças mentais.

No livro "Compreendendo o Suicídio”, o psiquiatra Rodolfo Furlan Damiano, enfatiza a importância de debater assuntos relacionados à saúde mental: "até o ano de 2050, a depressão vai se tornar a principal causa de vida com adoecimento. Os indivíduos com transtornos mentais (especialmente a depressão) estão mais prevalentes e se tornando cada vez mais crônicos".

Leia com muita atenção essas preciosas dicas:

• Defina metas e objetivos realistas;
• Invista e priorize a qualidade do seu sono;
• Não tenha medo ou vergonha de pedir ajuda;
• Pratique mais o sentimento de perdoar e amar;
• Reserve um tempo para o lazer;
• Saiba escolher com quem se relaciona diariamente;
• Sempre que possível escolha uma alimentação saudável;
• Tenha o hábito de realizar exercícios físicos.

Agora, procure colocar em prática na sua vida essas preciosas dicas, contribuindo para cuidar mais e melhor da sua saúde mental e não esqueça do slogan do Setembro Amarelo neste ano: Se precisar, peça ajuda!


Dalmir SantAnna

Mestrando em Administração de Empresas, Pós-graduado em Gestão de Pessoas, Bacharel Comunicação Social e Mágico profissional. Autor do livro "Menos pode ser Mais" (3ª edição, editora Odorizzi)