Newsletter
Notícias

Campo e cidade: ações de intercooperação potencializam cooperativismo solidário

29/04/2021

“Trabalhadores apoiam trabalhadores”, resumiu Aline Sousa, presidenta da Centcoop (Central das Cooperativas de Materiais Recicláveis do DF), ao falar da ação de intercooperação entre campo e cidade que beneficiou dezenas de famílias de catadoras e catadores de materiais recicláveis do Distrito Federal (DF).

Ao todo, 30 cestas básicas de alimentos saudáveis produzidas pelas famílias que vivem no Centro de Educação Popular e Agroecologia Gabriela Monteiro, também no DF, foram doadas a trabalhadores da reciclagem. A ação é resultado da intercooperação entre duas centrais do cooperativismo solidário, a Concrab e a Unicatadores, ambas afiliadas à Unicopas (União Nacional das Organizações Cooperativistas Solidárias).

“Neste período de pandemia, a solidariedade entre trabalhadoras e trabalhadores é fundamental. Nós, catadores, quando recebemos este suporte de outro movimento, quando vemos que temos parceiros do nosso lado, sentimos que não estamos à mercê deste sistema, deste governo que não nos dá garantias. O ato foi muito importante, porque veio em um momento em que estamos tendo dificuldades para trabalhar”, sublinhou Aline, que também compõe o Conselho Fiscal da Unicopas.

Cenário destacado por Sandra Cantanhede, da direção nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra. Ela lembrou que o Brasil passa pela pior fase da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) com milhares de vidas perdidas todos os dias. “Mais de 19 milhões de pessoas passam fome neste momento em nosso país. Dividimos o que produzimos em nossos assentamentos com a classe trabalhadora e com as periferias, um povo esquecido pelo governo. Dividimos o que temos e não apenas o que sobra”, salientou Sandra.

Para ela, a ação – que faz parte da Jornada Nacional de Luta pela Reforma Agrária – fortalece as organizações de base porque traz unidade à classe trabalhadora. Unidade que, segundo Aline, foi possível graças ao trabalho desenvolvido pela Unicopas, que atualmente congrega as principais centrais do cooperativismo e da economia solidário do país – Unicafes Nacional, Unisol Brasil, além da Concrab e da Unicatadores. “Este tipo de ação é um resultado que a gente sempre quis. A intercooperação é o que da identidade à Rede Unicopas”, salientou a conselheira.

Outra ação também fruto da intercooperação entre centrais do cooperativismo solidário, é a pauta conjunta para a comercialização que a Concrab e a Unisol Brasil estão construindo em São Paulo. “Consolidar nossa rede e essas conexões tem uma importância muito grande para nós, porque assim conseguimos nos fortalecer”, disse Isnaldo Lima da Costa Júnior, diretor da CooperCentral (Cooperativa Central da Agricultura Familiar do Vale do Ribeira), que, na última semana, recebeu a visita de cooperados da Conbrab com o intuito de fortaleceram ações de comercialização na região.

Unicopas