Newsletter
Notícias

Quatro dicas para fechar o ano no azul

25/11/2021

Falta pouco mais de um mês para o fim de 2021 e, além do planejamento para as metas do ano seguinte, é importante ficar atento às finanças para não terminar o ano no vermelho. Segundo uma pesquisa divulgada pela Confederação Nacional do Comércio, Bens, Serviços e Turismo (CNC), são ao todo 12 milhões de famílias brasileiras endividadas, o maior índice dos últimos 11 anos. A pesquisa ainda afirma que, aproximadamente, 11% dessas famílias disseram que não conseguirão quitar as dívidas.

Para que esse número não aumente ainda mais e você consiga fechar o ano sem acumular dívidas ou gastar mais do que pode, a analista de crédito da área de Recuperação de Crédito do Sistema Ailos, Ianca Eduarda de Fragas, dá quatro dicas de organização financeira. Anote:

1. Use os valores extras, como décimo terceiro e férias, para pagar as contas. Nessa época, muitos ficam ansiosos pelos valores extras que devem receber, como décimo terceiro e férias, e é preciso ficar atento. Se você possui dívidas, dê prioridade àquela que tem juros maiores pois assim você não pagará um valor superior ao inicial. Se suas finanças estão em dia, também tenha cuidado. Escolha poupar esses valores para organizar o orçamento de 2022.

2. Use o cartão de crédito com sabedoria. Hoje em dia, é cada vez mais comum o uso dos cartões de crédito. Ele é uma ferramenta boa se usado corretamente, porém, é preciso ter um planejamento para que a fatura seja paga integralmente. Caso contrário, você ficará imerso em juros. Lembre-se, quando fizer uma compra, de que você não está vendo o dinheiro sair na hora, mas terá que pagar no fim do mês. Então, é importante não gastar demais. Neste fim de ano, se puder, dê preferência às compras à vista. Outra dica é usar os pontos acumulados para trocar por produtos que podem ser presentes de Natal, em alguns casos, como no Ailos, o usuário pode até usar os pontos como desconto para a próxima fatura, ou seja, vale a pena ficar atento a esse benefício.

3. Cuidado com os gastos extras de final de ano. Com a chegada do fim de ano começam as festas, a compra de presentes, as ceias, etc. Tudo isso é ótimo, faz parte das festividades, mas tenha atenção para gastar apenas o necessário e não se empolgar na compra de presentes ou das ceias e acabar ficando endividado.

4. Organização é a chave do sucesso. Cuide ao planejar gastos esperando por valores incertos, como comissões ou bônus do trabalho. Vale a pena também reduzir os gastos que são supérfluos. Lembre-se que janeiro é um mês de alguns impostos, tem também material escolar, matrículas e mensalidades, portanto é preciso poupar o dinheiro extra de dezembro para não ficar apertado em janeiro. 

Para te ajudar com toda essa organização, vale anotar todos os gastos, seja em uma agenda de papel, planilha ou até mesmo em aplicativos gratuitos no seu celular, a forma que achar mais prático para o seu dia a dia. Não se engane, anote tudo, tanto os gastos mensais quanto diários, depois, reveja suas anotações e identifique onde pode reduzir gastos para quitar suas dívidas ou poupar mais dinheiro. 

Assessoria de Imprensa