Newsletter
Notícias

Catadores de materiais recicláveis contam com equipamentos de proteção durante o Carnaval

08/02/2024

O Carnaval de Salvador é uma grande festa, mas também uma oportunidade para promover ações que visam a preservação do meio ambiente e o apoio aos trabalhadores locais. O Governo do Estado está investindo também na gestão de resíduos sólidos com o projeto "EcoFolia Solidária: O trabalho decente preserva o meio ambiente 2024". A iniciativa, que acontece pelo 16º ano consecutivo, envolve 16 cooperativas de catadores e catadoras de materiais recicláveis contempladas, sendo um coletivo representado pela Cooperativa de Trabalho dos Agentes Ecológicos do Paraguary (Coopeguary).

Coordenada pela Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), a ação conta com o apoio da Companhia de Desenvolvimento e Ação Regional (CAR), empresa pública vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR), responsável pela aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI), com camisas, calças, botas, luvas, meiões, mochilas e também das big bags para os catadores.

Além disso, a CAR oferece equipe técnica e suporte logístico para a execução das atividades durante o Carnaval. O material coletado será vendido, contribuindo para a geração de trabalho e renda, além da preservação do meio ambiente. A ação visa apoiar e promover o trabalho digno dos profissionais que atuam na reciclagem de resíduos sólidos durante a folia.

Para o diretor-presidente da CAR, Jeandro Ribeiro, o apoio ao projeto Eco Folia Solidária: O Trabalho Decente Preserva o Meio Ambiente - 2024, é extremamente importante. “É garantir aos catadores e catadoras de materiais recicláveis o necessário apoio pelo serviço que prestam durante os grandes eventos, a exemplo, do Carnaval de Salvador”.

Os catadores terão à disposição centrais de coleta estrategicamente localizadas na Barra e Campo Grande, principais circuitos da folia. Essas centrais permitirão a coleta e comercialização de materiais recicláveis, de alumínio, pet e plástico, eliminando a atuação de atravessadores.

“Os equipamentos entregues pela CAR, como as botas e luvas, evitam da gente se machucar, se ferir. Já nas bags a gente consegue colocar o material todo separado conforme cada material”, destaca a catadora Melri de Jesus.

Já a catadora Josélia de Jesus agradece o apoio. “Agradeço os equipamentos que vamos usar nesse Carnaval. Nos dá mais credibilidade”.

E a catadora Vanise Menezes afirma o quanto os equipamentos ajudarão no trabalho. “Estarei na central da Ladeira da Montanha usando os materiais disponibilizados pela CAR. Os EPI são importantes para prevenir de acidentes e também de contaminação”.

Com investimento de aproximadamente R$ 3,2 milhões, o EcoFolia contempla, no total, 2.500 catadores e catadoras de materiais recicláveis e conta também com as parcerias da Secretaria de Meio Ambiente (Sema), Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social (Seades) e Secretaria de Políticas para as Mulheres (SPM).

Este ano, a ação inclui a distribuição de equipamentos permanentes para as cooperativas com o objetivo de melhor estruturar a cadeia produtiva. Durante o lançamento foram entregues pelo Governo do Estado, simbolicamente, 15 prensas elétricas, 20 balanças eletrônicas, 15 carrinhos elétricos e seis triciclos.

Coleta seletiva também na Feira da Agricultura Familiar

Em dezembro de 2023, durante a 14ª Feira Baiana da Agricultura Familiar e Economia Solidária, a CAR promoveu, em parceria com o Centro de Arte e Meio Ambiente (CAMA), a Coleta Seletiva Solidária, unindo esforços com catadores autônomos e cooperativas. A ação resultou na coleta e separação de 573,5 quilos de vidro, 210,3 quilos de plástico, 189,6 quilos de papel e 155,8 quilos de metal, demonstrando um compromisso real com a sustentabilidade ambiental. A coleta seletiva solidária não apenas contribui para a preservação do meio ambiente, mas também gera oportunidades econômicas para os trabalhadores envolvidos.

Assessoria de Comunicação da CAR / Foto: Geraldo carvalho/ASCOM CAR