Newsletter
Notícias

Dia C reúne cerca de 3 mil pessoas em Belo Horizonte

10/07/2024

A Praça da Assembleia, em Belo Horizonte,  foi palco de uma grande festa de celebração do Dia de Cooperar – o Dia C – no último sábado, dia 6 de julho. Cerca de 3 mil pessoas participaram do evento promovido pelo Sistema Ocemg. Com atividades culturais, educativas e sociais para toda a família, o Dia C destacou o compromisso com o desenvolvimento sustentável e a inclusão social, mostrando que, pela cooperação, é possível construir um futuro melhor para todos.

A programação, totalmente gratuita, contou com apresentações musicais, de dança e circense. A contação de histórias proporcionou momentos leves e divertidos. As cooperativas presentes compartilharam suas histórias, produtos e serviços, ampliando o conhecimento da sociedade sobre a força do setor. Também houve distribuição de mudas de plantas, doação de livros, orientação financeira, espaço com dicas de saúde e opção para relaxamento.

O presidente do Sistema Ocemg, Ronaldo Scucato, vê o sucesso do evento como um sinal da crescente proximidade do cooperativismo com a comunidade. “É preciso reconhecer a importância desse movimento que faz negócios com ética e transparência, sempre focado no social e cultural, com uma visão centrada nas pessoas”, analisa. “A parte econômica fomenta o social e dá a cobertura necessária. Nosso diferencial é conseguir resultados importantes e aplicá-los nas comunidades onde nossas coops estão inseridas”.

 

Participação da população

A família do funcionário público Itamar Costa costuma aproveitar as manhãs de sábado na Praça da Assembleia. Ao chegarem, encontraram a celebração do Dia C, que encantou Valentina, de 8 anos. “Achei o evento muito divertido e colorido. A parte que eu mais gostei foi a da leitura. Ganhei um livrinho que vou levar para casa, pois gosto muito de ler”, disse a menina entusiasmada.

Costa e sua esposa Litiza também ficaram muito animados. “Percebemos que é um trabalho significativo para todos. Torcemos pelo seu crescimento, para que as ações alcancem um grupo maior de pessoas”, comentou Itamar. “Ficamos impressionados e parabenizamos o movimento cooperativista por esse importante apoio à sociedade”, completou Litiza.

A estudante Marina Parreiras vê o Dia de Cooperar como uma celebração de um apoio contínuo à comunidade. “Ajudar as pessoas mais vulneráveis deve ser uma responsabilidade de todos nós. Eventos como este, que nos aproximam desses projetos, são fundamentais”, observa. “Estou começando a entender o cooperativismo agora e acho incrível esse apoio direto às pessoas”.

Haddon Guimarães, consultor financeiro e de gestão, também aproveita as manhãs de sábado com sua filha na Praça da Assembleia. “Fiquei curioso para entender mais e percebi a magnitude da proposta do Dia de Cooperar. Fomos surpreendidos por um acolhimento diferenciado e ainda ganhamos um desenho lindo da nossa família, demonstrando carinho e cuidado especial conosco”, conta. “Conheço parte do cooperativismo e acredito que um evento como este só fortalece o movimento e amplia essa importante mensagem da cooperação”.

Para a aposentada Denise Gatti, o Dia de Cooperar amplia a comunicação sobre o movimento cooperativista. “Mostra a relevância para toda a sociedade. Quando falamos de voluntariado, a iniciativa se torna ainda mais importante”, avalia. “Às vezes, vemos um produto e não sabemos que ele está envolvido nesse movimento com tanta história bonita. Acredito que esta manhã foi fundamental para aproximar a comunidade do setor”.

A educação financeira foi a atividade que mais encantou o adolescente Enzo Guimarães, que começou a receber uma mesada dos pais em janeiro, quando completou 15 anos. “Estou inspirado a utilizar com mais sabedoria os R$ 200 que recebo todos os meses e decidi utilizar a minha mesada em pequenos investimentos”, planeja.

 

A força da cooperação

O Dia de Cooperar demonstra a capacidade transformadora do cooperativismo. Realizado anualmente, esse movimento solidário mobiliza cooperativas e voluntários em prol de causas sociais, beneficiando milhares de pessoas. Em 2023, o Dia C em Minas Gerais teve um impacto significativo: 277 cooperativas de 409 municípios se uniram em ações voluntárias, contando com a ajuda de mais de 14 mil voluntários. Esses esforços coletivos impactaram positivamente a vida de mais de 579 mil pessoas em todo o Estado.

Desde a sua criação, há 15 anos, o Dia C não parou de crescer. Já foram realizadas 15 edições, que beneficiaram mais de 14 milhões de pessoas e envolveram mais de 500 mil voluntários. O reconhecimento do Dia C vai além das fronteiras nacionais. Em 2019, o movimento recebeu uma bênção especial do Papa Francisco, um marco que ocorreu dez anos após sua criação.

 

Atrações

Entre as apresentações musicais, marcaram presença o Coral Infantil do Instituto Credicom, o grupo Soul Guetto de Danças Urbanas, o Circo de Brinquedos, do Instituto Circolar e a banda Os Baianeiros, que encerrou o evento.

Os visitantes também puderam conhecer atrações que destacam o cooperativismo em Minas Gerais, com foco em suas práticas ESG (Ambiental, Social e Governança). Uma estação imersiva apresentou os projetos de sustentabilidade das cooperativas. Além disso, teve um espaço de degustação de produtos de cooperativas alimentícias como CemilAuroraCooxupéCoopatosCocatrelCogran e Coopemapi.

O evento contou ainda com áreas dedicadas ao artesanato e oficinas de reciclagem, com a CooperárvoreDedo de GenteInstituto Unimed-BH e Cooperativa Central de Produtores Rurais – CCPR. As crianças tiveram um cantinho para lerem e escutarem histórias promovido pela Fencom, além do Espaço Kids organizado pelo Sicoob Credicom e Instituto Unimed-BH.

Coopsaúde ofereceu serviços de saúde como aferição de pressão, e atividades lúdicas para crianças. Informações sobre educação financeira estiveram disponíveis no espaço de crédito cooperativo, com iniciativas promovidas pelo CrediminasCecremge e Unicred.

Sistema Ocemg