Newsletter
Notícias

INTERCOOPERAÇÃO: Cooperativas avançam nas discussões de projeto de compartilhamento de serviços de TI

25/10/2021

Mais um passo foi dado rumo à formação de uma aliança estratégica entre cooperativas paranaeneses na área de tecnologia de informação. Na tarde de sexta-feira (22/10), representantes da comissão de implantação do projeto discutiram normas e itens do estatuto social para o futuro empreendimento. Por meio virtual, com o suporte de profissionais do Sistema Ocepar, os cooperativistas analisaram proposições acerca de regras e atribuições operacionais e de governança. O documento elaborado pelo grupo será encaminhado a todos os representantes das 21 cooperativas interessadas na iniciativa de parceria em TI, para nova avaliação. A decisão conclusiva sobre o estatuto social e a formação da aliança intercooperativa deve ser anunciada ainda em 2021.

Participaram da reunião, o superintendente do Sescoop/PR (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo), Leonardo Boesche, o coordenador de Tecnologia da Informação do Sistema Ocepar, Plácido da Silva Junior, o coordenador Jurídico Rogério dos Santos Croscato, e o coordenador de Gestão Estratégica, Alfredo B. Kugeratski Souza. A comissão de implantação da aliança estratégica é formada por representantes de nove cooperativas (Coamo, Copacol, Cocamar, Frísia, Integrada, Cooperante, Bom Jesus, com a suplência da Coopertradição e Capal), escolhidos por votação para atuar no detalhamento e organização das regras legais e cronograma de atividades para a criação do novo empreendimento cooperativo. Durante o encontro virtual, também foram elaboradas sugestões para o nome da nova central, a ser definido pelos participantes da aliança.

As discussões em torno do projeto de compartilhamento de serviços de TI foram iniciadas em novembro de 2019, como desdobramento do PRC100, o planejamento estratégico do cooperativismo do Paraná. As discussões avançaram e foram agregadas ao novo ciclo do plano de ação da Ocepar, o PRC200. Participam da iniciativa 21 cooperativas: Agrária, Bom Jesus, Camisc, Coagru, Coamo, Cocari, Cocamar, Copacol, Copagri, Cooperante, Castrolanda, Capal, C.Vale, Frimesa, Frísia, Integrada, Lar, Coopertradição, Coprossel, Primato e Unicampo. 

O superintendente do Sescoop/PR, Leonardo Boesche, lembra que um dos pilares do PRC200 é a busca por alianças e novos mercados, com a ampliação de projetos de intercooperação. “Trata-se da materialização do sexto princípio do cooperativismo – a cooperação entre cooperativas – que ganha status de ação prioritária no planejamento estratégico do setor no Paraná”. Segundo Boesche, o projeto de intercooperação visa reduzir custos e trazer soluções inteligentes e compartilhadas para a área de TI. “Mas também é importante frisar que o projeto se insere no objetivo essencial do cooperativismo, abrangendo conceitos de economia compartilhada e de escala, com o foco na agregação de valor e melhoria de serviços aos cooperados”, afirmou. A comissão de implantação terá novas reuniões em novembro.

Ocepar