Newsletter
Notícias

Curitiba ganha primeira cooperativa de livre admissão

13/11/2012

Foi inaugurada, na manhã desta segunda-feira (12/11), na esquina das ruas Marechal Deodoro (nº 869) com a Tibagi, no centro da capital paranaense, a nova unidade Sicredi dos Campos Gerais, a primeira cooperativa de livre admissão em Curitiba. Com este modelo, o Sicredi passa atender toda a população de Curitiba oferecendo sua completa gama de produtos, como cartões, seguros, empréstimos, consórcio, investimentos, entre outros. Participaram da solenidade de descerramento da fita inaugural, o presidente do Sicredi Campos Gerais, Lauro Osmar Schneider, o presidente da Central Sicredi PR/SP, Manfred Dasenbrock, o superintendente do Sistema Ocepar, José Roberto Ricken, o vice-presidente do BRDE, Jorge Rosa, o chefe do Departamento de Economia Rural (Deral), da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento (Seab), Francisco Simioni, o chefe do Departamento de Organização do Sistema Financeiro (Deorf) do Banco Central, Gilson Balliana, e o supervisor de fiscalização do BC, Gilmar José Bocalon.

Desafio - Na opinião do presidente do Sicredi Campos Gerais, esta inauguração é um grande desafio. “Encaramos com seriedade e responsabilidade. Nossos colaboradores estão preparados para atender todas as demandas que virão com esta nova agência. E sendo de livre admissão, será uma forma diferente do cidadão comum, que mora em Curitiba e utiliza frequentemente os serviços bancários aqui no centro, de experimentar os benefícios de uma cooperativa, onde ele não será apenas cliente, ele é o dono”, lembrou. A nova agência passará a atender também os cooperados Sicredi Credijuris, Cooperativa de Economia e Crédito Mútuo dos Integrantes da Magistratura e do Ministério Público no Estado do Paraná.

Importante - Para Ricken, “ver uma agência de uma cooperativa de crédito, de quase mil metros quadrados, ser inaugurada numa das principais esquinas de Curitiba é importante. Hoje temos um sistema extremamente organizado e o Sicredi é um deles e a partir de agora poderá levar para a população daqui da capital os serviços e produtos com a qualidade e a marca do cooperativismo paranaense, os mesmos que atendem milhares de cooperados no interior de nosso estado”.

Opção- As cooperativas de crédito são uma opção em relação aos bancos tradicionais. “Elas são sociedades de pessoas e não de capital. Além disso, o poder de decisão é dos associados”, explica o presidente da Central Sicredi PR/SP, Manfred Dasenbrock. Segundo o WOCCU (Conselho Mundial das Cooperativas de Crédito), do qual Dasenbrock é membro, existem mais de 51 mil cooperativas de crédito no mundo. “Atende a um anseio antigo dos cooperados do interior quando vem para Curitiba e precisavam de uma agência bem localizada, como é o caso deste Sicredi inaugurado hoje. Também é uma forma de fortalecermos o cooperativismo na capital paranaense”, frisou Manfred.

 Prestação de serviços aos cooperados - Outra diferença é que o objetivo principal é prestar serviço aos cooperados, que são sócios do negócio. Ao final de cada ano fiscal uma parte do lucro é dividida entre os associados e a outra é investida na região na qual a cooperativa está inserida. Atualmente, 7,8% da população economicamente ativa do mundo é associada a uma cooperativa de crédito, ou seja, mais de 196 milhões de pessoas.

Números - Atualmente, 39 cooperativas fazem parte da Central Sicredi PR/SP, totalizando mais de 400 unidades de atendimento, 534 mil associados e R$ 7,1 bilhões em ativos totais. As sobras obtidas nas operações são devolvidas ao capital social dos associados, seguindo o modelo de atuação do Sicredi.

Sistema Ocepar